Login
Notícias

Agência e prefeituras promovem audiências sobre programa Endereço Certo

Escrito por  Quinta, 22 Março 2018 17:01 Última modificação em Quinta, 22 Março 2018 17:03
Agência e prefeituras promovem audiências sobre programa Endereço Certo

A Agência de Fomento do Estado de Mato Grosso – Desenvolve MT, em parceria com as Prefeituras de Pedra Preta, Rosário Oeste, Diamantino e Alto Paraguai, está promovendo audiências públicas para esclarecer dúvidas da população sobre o Programa ‘Endereço Certo’. Os moradores que não puderem comparecer às reuniões, poderão procurar em suas cidades o setor de regularização fundiária para mais informações.

O ‘Endereço Certo’ foi criado pelo Governo do Estado, por meio da Desenvolve MT para dar andamento a mais de 45 mil processos de imóveis remanescentes da extinta Companhia de Habitação Popular (Cohab-MT). O programa vai beneficiar 39 municípios, o que corresponde a aproximadamente 300 mil pessoas no estado.

O presidente da Agência de Fomento, José Adolpho Vieira, explica que a ação vai devolver cidadania e tranquilidade para milhares de mato-grossenses. “Esses moradores estão recebendo a dignidade por conquistarem o que é de direito. Essa parceria com as prefeituras municipais é de extrema importância, pois é através desse laço, que o mutuário vai pagar o valor simbólico pelo documento da casa própria”, enfatiza o presidente.

De acordo com coordenado do programa ‘Endereço Certo’, Ricardo Amorim, muitas famílias aguardam há três décadas pela regularização da casa própria. “Estamos empenhados para orientar e esclarecer todas as dúvidas das famílias que procuram informações sobre o ‘Endereço Certo’. Cada cidade tem um número “x” de Cohabs e o anseio do governo é regularizar essas casas o quanto antes”.  

A Desenvolve MT orienta e oferece apoio técnico às prefeituras na regularização dos imóveis de forma simplificada e prestará todas as informações necessárias às famílias para a escrituração e registro do imóvel. Desde novembro de 2014, a carteira imobiliária da extinta Companhia de Habitação passou para administração da agência de fomento.